Desde 2003, em minhas participações em Listas de Discussão, já tive as mais complexas discussões que se pode imaginar em função de uma definição para o “Caminho Crítico” em projetos.

PMBOK_ICONE
PMBOK, 5a Edição, disponível em Português em www.pmi.org

Por fim, a 5a edição do PMBOK – publicação oficial do PMI – deixa de forma mais explícita os conceitos que há tanto venho defendendo nos diversos seminários, encontros, cursos e listas de discussão:

O CAMINHO CRÍTICO PODE TER FOLGA.

Para tanto, vamos ver como está a definição no PMBOK:

“O caminho crítico é a sequência de atividades que representa o caminho mais longo de um projeto, que determina a menor duração possível de um projeto”.  (PMBOK 5a Edição, pag. 176)

Até aqui, tudo bem parecido com edições anteriores, mas o importante é que não se amarra mais como parte da definição do caminho crítico a questão de que é composto pelas atividades de folga zero.

O PMBOK (página 177) continua:

“Em qualquer caminho de rede, a flexibilidade do cronograma é medida pela quantidade de tempo em que uma atividade do mesmo pode ser atrasada ou estendida, a partir da sua data de início mais cedo sem atrasar a data de término do projeto ou violar uma restrição do cronograma, o que chamamos de ‘folga total'”.

E ainda:

“Um caminho crítico do Método do Caminho Crítico é normalmente caracterizado por uma folga total igual a zero no caminho crítico”.

Aqui o elemento NORMALMENTE é o pulo do gato, onde então começamos a descrever situações em que pelo método o caminho crítico pode ter folgas diferentes de zero.

E o PMBOK continua

“Quando implmentados com sequenciamento do método do diagrama de precedência, os caminhos críticos podem ter uma folga total positiva, igual a zero ou negativa, dependendo das restrições aplicadas. Qualquer atividade no caminho crítico é chamado de atividade de caminho crítico”.

Logo:
CAMINHO CRÍTICO PODE TER ATIVIDADES COM FOLGA DIFERENTE DE ZERO.

Em outras palavras:

“O caminho crítico é o conjunto de atividades cuja sequência representa o caminho mais longo de um projeto determinando assim  a menor duração possível para a sua realização, normalmente composta pelas atividades de menor folga.” (Peter)

O PMBOK em sua 5a edição também descreve como é que surge as situações onde há folga positiva:

“A folga total positiva é causada quando o caminho de volta é calculado a partir de uma restrição do cronograma que é mais tarde que a daa de término mais cedo que foi calculada durante o cálculo do caminho de ida”.

E ao Folga Negativa – que merece um POST EXTRA pois se trata de indicação de erro de lógica ou aplicação inconsistente de restrições e recursos – tem a seguinte explicação:

“A folga total negativa é causada quando uma restrição nas datas mais tarde é violada pela duração e lógica.” (PMBOK 5a, pag.177)

Creio que com a publicação oficial do PMBOK, teremos por fim condições de estabelecer um terreno comum onde representantes das áreas de Planejamento e Gestão de Projeto poderão dizer – sem passar vergonha – que SIM, atividades do caminho crítico podem ter folga.

Complementando outras questões sobre este tópico, descobri que um artigo meu publicado na PM World Today em 2009 foi traduzido para o Português e está no endereço:

http://leanconstruction.wordpress.com/2009/07/12/traducao-artigo-my-world-is-a-square-so-is-my-critical-path/

“Eu não consigo entender a audácia daqueles que consideram o caminho crítico como sendo uma palavra registrada.

Já é hora de nós “viajarmos”. Me dêem uma “folga”, pelo amor de deus.

Todos nós conhecemos a importância do método do caminho crítico.

Mas isto não da a ninguém o direito de dizer que somente se você encontrar o a seqüência de atividades com folga zero  que você terá o caminho crítico do projeto!”

(trechos do texto: My World is a square, so is my Critical Path, provocação que faço para aqueles que podem ver o mundo ainda quadrado se acharem que a única definição válida para o Caminho Crítico é aquela em que as atividades tem folga zero)

Em breve irei organizar neste site os vários outros artigos sobre Caminho Crítico a partir do Tag em questão. Ao clicar no TAG “Caminho Crítico”, outras opções já estão disponíveis.

anotar

ILUSTRAÇÕES E EXEMPLOS NO em http://blog.mundopm.com.br/2014/04/28/caminho-critico-completo/

Blog_banner_200px